Gênero e sexualidade

#8M NA ARGENTINA

Argentina: nas fábricas e hospitais se sente forte a paralisação de mulheres #8M

quarta-feira 8 de março| Edição do dia

Desde as 5 horas da manhã se realizam medidas de paralisação na fábrica alimentícia PepsiCo, na zona norte de Buenos Aires, paralisando turnos e preparando a marcha da tarde. Trata-se de uma das maiores fábricas da alimentação em todo o país.

No Hospital Alende de Lomas de Zamora, ainda que a administração queira barrar a paralisação de mulheres, a partir do impulso da Comissão de Mulheres do hospital para que se discutisse como as trabalhadoras e trabalhadores da saúde adeririam ao chamada da paralisação, decidiram uma medida contundente para que não apenas as mulheres, mas também os homens participassem.




Tópicos relacionados

Mulheres   /    Argentina   /    Mulher   /    Violência contra a Mulher   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar