Juventude

LEGALIZAÇÃO DO ABORTO

Argentina: Ocupações de escolas e faculdades da UBA ocorrem pela aprovação do aborto no Congresso

terça-feira 12 de junho| Edição do dia

Magali Peralta, estudante do colégio Carlos Pellegrini e referência do grupo de mulheres Pan y Rosas, declarou que “hoje amanheceu ocupado o Yrutia, também ocupações no colégio Normal 6, a Escola de Cerâmica 1, o Cortázar e o Mariano Acosta, e em colégios como o meu acabamos de votar a ocupação até quarta-feira. No colégio Nacional Buenos Aires haverão assembleias para definir as medidas de luta para conquistas o direito ao aborto legal”. Peralta também disse: “As secundaristas com nossos companheiros estamos nos organizando faz meses. Não vamos permitir que a Igreja e os hipócritas que se chamam “pro-vida” saiam as ruas, nessa quarta faremos que a maré verde se transforme em tsunami para conquistar o aborto”.

Brenda Hamilton, estudante de Historia e presidenta do Centro Acadêmico de Estudantes da Faculdades de Filosofia e Letras (CEFyL), também militante referência do Pan y Rosas, enfatizou: “Nos últimos dias a Igreja está pressionando a distintos deputados para que rechacem a lei da Campanha Nacional pelo Direito ao Aborto.
Na minha faculdade votamos em assembleia uma vigília e em outras faculdades estão debatendo distintas medidas. Desde o Centro Acadêmico chamamos a sair nesta quarta da faculdade ao Congresso para nos concentrarmos aí todo o dia. Só podemos confiar em nossa própria força organizada nas ruas porque nenhum governo nos presenteou nada. Como vamos confiar nos deputados que roubaram o “pão” de nossas avós e avós com a aprovação da reforma da previdência? Pelo direito ao aborto legal, seguro e gratuito temos que conquistar-lo redobrando nossa luta em cada escola e universidade com os centros acadêmicos e grêmios estudantis, junto as organizações de trabalhadoras e trabalhadores. Nesta quarta estaremos com nossa companheira Myriam Bregman durante a jornada em frente ao Congresso”.

Tradução de Rita Frau




Tópicos relacionados

Juventude    /    Aborto   /    Argentina   /    Direito ao aborto   /    Juventude   /    Internacional

Comentários

Comentar