PALOCCI CONDENADO

Após tentar acordo de delação, Palocci foi condenado por Moro a 12 anos e 2 meses de prisão

O juiz federal Sérgio Moro condenou nesta segunda-feira, 26, o ex-ministro Antonio Palocci a 12 anos e 2 meses de prisão. Ex-ministro dos governos Lula e Dilma foi condenado na Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

segunda-feira 26 de junho| Edição do dia

Palocci está preso em Curitiba desde setembro de 2016. Recentemente, as ameaças que fazia com sua delação premiada chamaram a atenção, e vieram à tona no caso do julgamento do acordo de delação feito com Joesley Batista.

Muitos analistas burgueses diziam que uma eventual anulação do acordo firmado por Batista levaria a que outros nomes importantes não fizessem novos acordos por insegurança. Palocci era o principal nome citado para justificar que a delação de Batista, que levou à sua completa impunidade, não fosse revista pelo STF.

Agora, com Palocci condenado por Moro, um dos argumentos para manter a impunidade de Joesley cai por terra. Aparentemente a proposta de delação do ex-ministro petista não agradou Moro, o "todo-poderoso" chefe da "república de Curitiba".




Tópicos relacionados

Operação Lava-Jato   /    Sérgio Moro   /    PT   /    Operação Lava Jato

Comentários

Comentar