GREVE DOS MUNICIPÁRIOS DE PORTO ALEGRE

Após repressão contra municipários, Marchezan quer avançar na privatização do DMAE

Os trabalhadores do Departamento Municipal de Águas e Esgotos (DMAE) estão protestando na Câmara, onde começa a tramitar hoje o projeto de privatização de Marchezan.

sexta-feira 20 de outubro| Edição do dia

FOTO: FREDY VIEIRA/JC - Jornal do Comércio

Começa a tramitar na Câmara dos Vereadores de Porto Alegre nesta sexta-feira, 20, o projeto de privatização do Departamento Municipal de Águas e Esgotos (DMAE) defendido pelo prefeito Marchezan. O projeto deve passar nas comissões da Casa antes de ir à votação.

Os trabalhadores do DMAE estão na Câmara para protestar contra a privatização pretendida por Marchezan. Outro grupo de municipários protesta em frente à prefeitura, junto à direção do Simpa. A categoria acaba dividida em um dia de imensa importância para combater esse ataque privatista de Marchezan. A luta contra a privatização do DMAE não começou hoje, e trata de uma questão fundamental que atinge não apenas os trabalhadores que têm seu emprego ameaçado pela privatização, mas toda a população de Porto Alegre que utiliza o serviço essencial do DMAE.

Está na unidade da categoria a força capaz de barrar este brutal ataque. Neste momento delicado, a direção do Simpa (Sindicato dos Municipários) acaba cumprindo esse papel de divisão. Inclusive no episódio de brutal repressão da guarda municipal, em que o SIMPA, ao invés de condenar e combater a absurda repressão da Guarda Municipal de Marchezan, insinuou que a repressão teria sido desencadeada por supostos "provocadores", e não pela polícia de Marchezan. Isso acaba por fazer coro com o discurso da imprensa, que busca legitimar a repressão contra os grevistas.

Chamamos todos a apoiar hoje os trabalhadores do DMAE na Câmara, para combater esse ataque absurdo a um direito mais do que elementar, de que a água não seja mercadoria na mão dos capitalistas.




Tópicos relacionados

Greve Municipários Poa   /    RS   /    Marchezan   /    Rio Grande do Sul   /    Sartori   /    Greve Professores RS   /    Greve

Comentários

Comentar