Mundo Operário

BARBÁRIE CAPITALISTA

Após quatro mortes, novo incêndio no Brás deixa feridos e escancara a cara do trabalho precário

Um incêndio atingiu um shopping no Brás, na zona central de São Paulo, por volta de meia-noite desta quarta-feira, 23. Região conhecida por realizar trabalho escravo, e super exploração, principalmente de imigrantes bolivianos. O Corpo de Bombeiros teve dificuldades para apagar as chamas e continuava trabalhando às 7h30 desta quinta-feira, 24.

quinta-feira 24 de novembro| Edição do dia

Um homem foi socorrido ao pronto-socorro do Hospital das Clínicas por ter inalado fumaça. Ele foi retirado pelo telhado junto com outras duas pessoas que também inalaram fumaça, mas não se feriram.

Localizado em uma região de comércio popular de roupas e tecidos, o shopping tem dois andares. É o segundo incêndio em dois dias na região.

Às 6h desta quinta, 95 bombeiros tentavam controlar o fogo, que atingiu parte da fiação elétrica da rua. A Defesa Civil e a Eletropaulo foram acionadas. A energia elétrica foi desligada.

Também no Brás, um incêndio atingiu na quarta-feira uma edificação comercial ocupada por imigrantes bolivianos e deixou quatro mortos. O local obrigava ao menos uma oficina irregular de costura. Moravam pelo menos 42 pessoas no prédio.

Um claro exemplo de trabalho precário e semi escravo do qual principalmente imigrantes bolivianos são obrigados a se submeter. A precariedade é tanta que os trabalhadores perdem a vida nesse local, enquanto alguns empresários e patrões lucram.




Tópicos relacionados

Mundo Operário

Comentários

Comentar