Política

O sujo falando do mal lavado

Após prisão de Beto Richa/PSDB, Alckmin com seu cinismo defende ’tolerância zero’ com a corrupção

terça-feira 11 de setembro| Edição do dia

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, defendeu nesta terça-feira (11), “tolerância zero” com a corrupção e disse que “não passará a mão na cabeça de ninguém” ao ser questionado sobre a prisão do ex-governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), e casos envolvendo outros políticos do seu partido, do qual é presidente.

"Primeiro, tolerância zero e mais: todo apoio à Lava Jato. (...) A sociedade quer que se apure e faça justiça. Quem cometeu erro, não importa de que partido seja, nós não passamos a mão na cabeça de ninguém. E eu como presidente da República vou apoiar a Lava Jato, apoiar a investigação", afirmou Alckmin.

O candidato usou a célebre frase cínica que "a lei serve para todos" e que quem for culpado deverá ser punido. "A sociedade deseja que haja investigação e se esclareça. Quem deve paga, é punido. Quem não deve é absolvido", disse.
Beto Richa, que é candidato ao Senado pelo PSDB, foi preso nesta terça em uma operação do Ministério Público do Paraná (MP-PR), que apura irregularidades em um programa que faz a manutenção das estradas rurais.

Ele também foi alvo de outra operação, esta conduzida pela Polícia Federal (PF), em uma nova fase da Lava Jato. A casa dele foi alvo de mandado de busca e apreensão em uma investigação sobre suposto pagamento milionário de vantagem indevida em 2014 pela Odebrecht.

Além dos casos de corrupção, Beto Richa é conhecido como aquele que massacrou os professores no Paraná para forçar uma reforma previdenciária no Estado.Veja mais.

O candidato defendeu o ensino da educação sexual nas escolas como forma de ajudar na prevenção da gravidez precoce e de doenças sexualmente transmissíveis, mas sem entrar em questões de gênero. "A questão de ideologia de gênero, a família que deve cuidar", disse.

Devemos lembrar primeiro que Alckmin está envolvido em esquemas de corrupção, por isso faz na verdade uma grande demagogia ao falar de Beto Richa. O atual candidato do PSDB a presidência é investigado por aceitar recursos da Odebrecht, por meio de caixa 2 para financiar sua campanha à reeleição em 2014. Veja mais.

Além disso, a máfia das merendas segue impune, trata-se de um esquema envolvendo a terceirização da merenda escolar para desviar recurso público, enquanto muitas crianças simplesmente não tem o que comer na escola, e por isso passam fome. É esse modelo de escola que o Tucano defende.

Alckmin também diz que apoia a lava jato, mas sabemos que essa faz parte de um processo de seleção arbitrária do judiciário, e não um combate a corrupção. Não chamamos voto no PT, mas defendemos o direito do povo decidir em quem votar, pois o judiciário está manipulando essas eleições através da prisão do Lula.

Fonte




Tópicos relacionados

PSDB   /    Alckmin   /    Política

Comentários

Comentar