Educação

LUTA DOS ESTUDANTES DO RJ

Após incitar o ‘Movimento Desocupa’, SEEDUC tenta tirar o corpo fora

quinta-feira 12 de maio| Edição do dia

Da porta do C.E. Mendes de Moraes, o chefe de gabinete Caio Castro lima gravou um vídeo que publicado na página do #OcupaMendes declarando que a Secretaria de Estado de Educação já abriu um processo de exoneração contra o diretor Marcos Madeira. Isto só aconteceu depois de estudantes do colégio organizados pela própria direção terem invadido a ocupação e linchado os estudantes até que estes deixassem o colégio.

O diretor do Colégio pode ser visto nas fotos abaixo com o movimento desocupa, no dia de domingo:

Com esta ação demagógica, o chefe de gabinete Caio Castro tenta livrar a SEEDUC e a si mesmo da responsabilidade criminosa que tem pelo que aconteceu nesta terça-feira, quando o ‘Movimento Desocupa’ invadiu o colégio expulsando os estudantes na base do linchamento que todos vimos.

O chefe de gabinete mente ao dizer que “não apóia nenhum dos dois lados”. O movimento desocupa é a massa de manobra organizada pelo Governo do Estado, e a SEEDUC está comprovadamente enfiada até o pescoço na organização deste movimento, chegando a convocar manifestações do desocupa em seu twitter oficial, como vemos abaixo:

Desde que o Governo do Estado declarou que não usaria a PMERJ para reprimir as ocupações (ainda que isto mesmo assim não tenha impedido de haver repressão em alguns colégios), a SEEDUC tratou de organizar, junto às direções dos colégios, uma tropa de choque para quebrar o movimento e ocupações de escolas, combinado com a suspensão do RioCard e o decreto de férias.

A substituição da polícia pelo ‘Movimento Desocupa’, o secretário revela claramente em comentário feito pelo seu perfil pessoal do facebook:

A incitação à invasão de escolas por parte do chefe de gabinete fica mais claro ainda em outro comentário, também feito no grupo de facebook #nãoocupa, aonde diz que “se quisermos mesmo, entramos nessas escolas invadidas e a trazemos de volta para a comunidade”:

Todos envolvidos devem ser exonerados

Do Esquerda Diário, defendemos a necessidade de uma campanha em apoio ao Mendes e às escolas ocupadas contra as invasões do movimento desocupa. É fundamental que o Sindicato Estadual de Profissionais da educação encampe esta campanha, enviando apoio material ao Mendes e outros colégios ocupados.

Além disso, o envolvimento direto do chefe de gabinete Caio Castro e da SEEDUC organizando o ‘Movimento Desocupa’ os torna responsáveis pelo ocorrido no terça-feira. É preciso apurar todo o esquema de envolvimento entre o alto escalão da SEEDUC e os diretores dos colégios com o “Movimento Desocupa”, se há ordens da SEEDUC às diretorias de ensino Metropolitanas e diretores de escola para organizar tal movimento, apurar se há pagamento de dinheiro para invasão de escolas e se há aliciamento de jovens para intimidar outros jovens recorrendo inclusive a métodos violentos. A partir das ocupações, da greve dos professores e comissões de pais e responsáveis apoiadores, deve ser formada uma comissão independente de investigação para tal, com representantes eleitos em assembleia.

Veja abaixo o vídeo da invasão:

E a garra dos estudantes que lutam pela educação, reocupando o Mendes:




Tópicos relacionados

Ocupação escolas RJ   /    Estudantes Rio de Janeiro   /    Educação   /    Rio de Janeiro   /    Juventude

Comentários

Comentar