Mundo Operário

GUARULHOS

Após forte paralisação, polícia reprime manifestantes na Rodovia Hélio Smidt

Nesta manhã, manifestantes fecharam a Rodovia Hélio Smidt para passageiros que saem de São Paulo. Liderados pelo MTST, o bloqueio ocorreu na altura de 2,4. Guarulhos ficou 100% paralisada. Tanto na STT quanto EMTU. A cidade conta com um sistema Paese apenas com micro-ônibus, que não suporta nem 30% da demanda, que gira em torno de 378 mil usuários no total.

sexta-feira 14 de junho| Edição do dia

Mesmo com uma justiça anti-operária que teve a decisão judicial de multa de 100 mil se houvesse paralisação, o Sincoverg (Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários no Transporte de Passageiros Suburbano, Metropolitano, Intermunicipal, e Cargas próprias de Guarulhos e Arujá em São Paulo) manteve a decisão e os motoristas e cobradores não foram as garagens.

Por volta das 9:30, a Policia Federal começou a reprimir os manifestantes, avançando com seus carros sobre eles e ameaçando-os. Assista o vídeo publicado no Twitter:

Essa repressão aos trabalhadores neste 14J é a forma indefensável do governo defender sua Reforma da Previdência. Nós do Esquerda Diário repudiamos essa e toda forma de repressão aos trabalhadores que se mobilizam para não terem que morrer sem se aposentar.




Tópicos relacionados

14J Contra a reforma da previdência   /    Guarulhos   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar