REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Após congresso, PSDB decide de vez apoiar a reforma da Previdência

O congresso do PSDB ocorreu no final de semana, onde toda a cúpula do partido tomou uma decisão nada surpreendente: apoiar a reforma da Previdência que Michel Temer tenta aplicar para acabar com a aposentadoria dos brasileiros.

quarta-feira 13 de dezembro de 2017| Edição do dia

Neste final de semana, aconteceu o congresso do PSDB, onde figuras do partido se posicionaram a favor da reforma e definiram apoiar a reforma da Previdência. Há algumas semanas, parecia existir um certo impasse entre o partido e o atual governo para que o apoio pudesse ser oficializado.

Alckmin e Temer se encontraram diversas vezes, para debater o apoio dos tucanos à reforma com mudanças no texto-base e também dialogar sobre o apoio do PMDB à candidatura do atual governador de São Paulo à presidência.

O partido não descarta punição para os deputados que não votarem à favor da reforma. O governador de Goiás, Marconi Perillo, e o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, discursaram em prol da reforma da previdência.

O apoio mostra que o PSDB e sua forma de governar, evidentemente favoráveis aos grandes empresários que se beneficiam e lucram tanto com a reforma da Previdência quanto com a reforma trabalhista, que já está em curso, não se diferem do PMDB. Enquanto isso, as centrais sindicais, como a CUT, que boicotam e traem os trabalhadores no percurso de retomar a greve geral para barrar a reforma da Previdência, e no mesmo caminho, Lula continua perdoando os golpistas como Temer, que querem enterrar de vez a possibilidade de uma aposentadoria digna para os brasileiros.




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    PSDB   /    Governo Temer   /    Michel Temer   /    PMDB   /    Alckmin

Comentários

Comentar