Política

GEDDEL VIEIRA LIMA

Apartamento ’do milhão’ tornaria Geddel o segundo homem de Temer pego com dinheiro vivo

terça-feira 5 de setembro| Edição do dia

Foi encontrado em apartamento suspeito de pertencer a Geddel Vieira Lima a quantia de 500 mil reais pela Polícia Federal. Com a reabertura de investigação sobre as delações da JBS e os já vazados áudios "extra" entregue a Janotna semana passada, se comprovado que Geddel é dono do apartamento, este outro fato também apontaria o segundo homem de Temer com um flagrante de 500 mil reais em propina.

Ao contrário de Rocha Loures, que trabalhava ao lado de Temer com sala própria e teve de devolver parte dos 500 mil flagrados em câmera enquanto transportava a propina na maleta, no caso da suspeita sobre Geddel, a propina foi encontrada inteira neste apartamento em Salvador (BA).

Geddel Vieira Lima foi preso em julho após as delações da JBS. Os delatores, porém, teriam confessado menos crimes do que de fato cometeram e o próprio áudio entregue por eles revela isto segundo explicamos aqui. Geddel foi preso por obstrução de justiça acusado de tentar impedir a delação do doleiro Lúcio Funaro.

Como mostramos em outro artigo, Geddel tem patrimônio milionário construído com dinheiro público, e só saiu do governo Temer depois do escândalo com Marcelo Calero, ex ministro da Cultura que se demitiu alegando que Geddel, quando este ainda era era Ministro-chefe da Secretaria de Governo, o pressionava para facilitar na obtenção de licença ambiental para liberação de um triplex em Salvador.

Os desdobramentos do episódio seguiremos cobrindo no Esquerda Diário, mas todo o caso mostra, por um lado, a podridão do sistema político brasileiro, incluíndo aí até o Judiciário e mesmo ex-membros da Operação Lava-jato como o ex procurador Marcelo Miller, e por outro lado a facilidade com que as delações premiadas e acordos de leniência permitiram com que ricos e capitalistas saíssem ilesos na justiça (burguesa) que reprime pobres, trabalhadores e negros enquanto garante que ricos e seus políticos possam seguir ricos e em paz em suas mansões através destes acordos.




Tópicos relacionados

Geddel   /    Michel Temer   /    Política

Comentários

Comentar