Internacional

ARGENTINA

Ampla repercussão do corte do sindicalismo combativo e da esquerda na Argentina

Com ampla repercussão nos meios, se iniciou a jornada de luta do sindicalismo combativo e da esquerda, cortando esquina central de Callao e Corrientes.

terça-feira 9 de agosto| Edição do dia

O ex-candidato a presidência da Frente de Esquerda, Nicolás del Caño, acompanhou a medida do sindicalismo combativo e de esquerda que se iniciou as 7:30 da manhã no centro portenho. Todos os meios fizeram eco do protesto que ocupou rapidamente as primeiras páginas dos jornais e dos canais de televisão.

Junto aos, dirigentes operários do PTS, como Claudio Dellecarbonara- Secretario Executivo da Associação Gremial de Trabalhadores do Metro - e outros referentes sindicatos do grupo de telefone, estatais, docentes, saboneteiros, apresentaram exigências as centrais sindicais em paralisação nacional atica de 36 horas e um plano de luta para enfrentar os ajustes e tarifas do governo de Macri.

Patricio del Corro, Legislador porteño do PTS/Frente de Izquierda




Tópicos relacionados

PTS na FIT   /    Internacional

Comentários

Comentar