Educação

OCUPAÇÕES SECUNDARISTAS

Ameaça de desocupação em escolas ocupadas de Belo Horizonte

Neste sábado (29) os estudantes ocupados nas Escolas Estaduais Três Poderes e Escola Olegário Maciel, localizadas respectivamente na Zona Norte e Centro de Belo Horizonte, foram surpreendidos pela presença do Tribunal Regional Eleitoral e logo em seguida pela PM, ameaçando reprimi-los para desocupar as escolas para a realização do segundo turno das eleições municipais.

sábado 29 de outubro de 2016| Edição do dia

Foto: Ocupa Tudo UFMG/Reprodução Facebook

Essa situação ocorre por conta de um acordo de coexistência das ocupações e do processo eleitoral, feito entre a União Colegial de Minas Gerais (UCMG), UBES/UJS, TRE, Secretária de Educação (SEE), Ministério Público, Secretária de Segurança do Estado e Governo do Estado de Minas Gerais. Este acordo permite que a polícia militar faça a reintegração de posse das escolas que foram ocupadas após o dia 26, e foi realizado sem nenhuma consulta aos estudantes das escolas que estavam com indicativo de ocupação e hoje encontram-se ocupadas.

Mediante as ameaças de desocupação, ocorreu hoje uma reunião do TRE com xs estudantes onde a proposta do TRE foi de que para as escolas ocupadas após o dia 26, só ocorreria a possibilidade de coexistência das ocupações e do processo eleitoral caso as mesmas permanecessem durante o processo eleitoral somente com poucos estudantes ocupados. Na escola Três Poderes a negociação permitiu apenas quatro, e lá haverá vigília do lado de fora durante toda a noite e o domingo. Todo apoio para a vigília é necessário. Na Olegário Maciel a negociação chegou a que vai manter oito estudantes até às 21h de domingo.

Estudantes da UFMG que seguem também em ocupações pela faculdade e diversos outros apoiadores foram até as escolas para levar solidariedade e ajudar a impedir que a desocupação e repressão acontecessem.

Expressamos total repúdio a qualquer acordo que seja feito sem prévia consulta aos alunxs, desrespeitando as organizações que tem sido feitas desde a base. É urgente cercar as ocupações de apoio e solidariedade, para impedir que os estudantes sejam reprimidos e retirados à força de suas escolas.

Não vai ter arrego, as ocupações seguem! Não vai passar nenhuma repressão! Os estudantes resistem, todo apoio às ocupações!




Tópicos relacionados

Secundaristas   /    #OCUPATUDO   /    Repressão   /    Educação   /    Belo Horizonte   /    Juventude

Comentários

Comentar