AMAZÔNIA / DEVASTAÇÃO /ECOLOGIA

Amazônia em chamas: não é o fogo, é o capitalismo

Gilson Dantas

Brasília

terça-feira 7 de janeiro| Edição do dia

A devastação da Amazônia possui determinações políticas profundas que permitem que se veja a natureza incontornável do capitalismo na sua condição de inimigo da vida

A devastadora onda de incêndios na Amazônia no segundo semestre passado, foi alvo de vários debates e artigos no próprio ED [aqui, aqui, aqui, aqui, aquie aqui].

Um deles, realizado em 6/9/2019 pelo PTS [Partido dos Trabalhadores pelo Socialismo], organização irmã do MRT, teve como título Não é fogo, é o capitalismo.

Essa teleconferência debateu, no calor político das grandes queimadas patrocinadas pelo governo de extrema-direita de Bolsonaro, o problema das queimadas, suas causas, seu contexto internacional, os interesses em jogo, o impacto ambiental nacional e mundial, e indicou questões programáticas e estratégicas em torno daquele grave problema.

Essa abordagem ambientalista e anticapitalista do problema pode ser conferida no vídeo abaixo, de 25 minutos, que resume, em português, elementos daquela teleconferência internacionalista.




Tópicos relacionados

Amazônia

Comentários

Comentar