Educação

UNIVERSIDADE

Aluno da USP se suicida na universidade: qual o verdadeiro debate em torno disso?

Mais um jovem se suicidou na USP em São Paulo. Uma tragédia fruto da lógica capitalista da educação e da academia.

domingo 29 de outubro| Edição do dia

Há dois meses um estudante de doutorado da USP se suicidou dentro do laboratório onde realizava sua pesquisa e deixou uma mensagem na lousa “I’m just done” (“pra mim chega”). Não é o primeiro nem o único caso que acontece nas universidades brasileiras.

Embora exista uma preocupação de debate em torno dos problemas psicológicos, como depressão e ansiedade, que é algo latente na vida dos estudantes, o debate não vai até o fim e não explora o real motivo do adoecimento dos estudantes.

O suicídio é a terceira maior causa de mortes entre jovens e por mais que os debates em saúde tentem alcançar a solução deste problema, destrincha-lo seria cair nas próprias contradições do capitalismo. Na universidade, a lógica da academia é a mesma lógica do capitalismo: produção intensa de artigos e pesquisas que servem de base para mercadoria para serem vendidas pelas indústrias.

A falta de incentivo de verbas para pesquisa, cortes de bolsas e auxílios, competitividade entre pesquisadores dentro dos laboratórios e salas de aulas, pressões para publicação de artigos, são questões que permeiam totalmente a vida dos graduandos e principalmente dos pós-graduandos.

O adoecimento e a morte de tantos jovens não tem outro agente se não o capitalismo e a lógica capitalista impregnada nas instituições de ensino que usam a educação como mercadoria.

É preciso debater e combater esta lógica e oferecer todas as vias materiais e subjetivas para que esses alunos possam de fato estudar e fazer pesquisa por fora dessa lógica de competitividade. Para além disso, que a pesquisa esteja a serviço da humanidade e não do lucro das empresas capitalistas, que utilizam os pesquisadores e a universidade para produzir conhecimento restrito às grandes empresas e produtos para comercializar.




Tópicos relacionados

Educação   /    USP

Comentários

Comentar