JUDICIÁRIO

Alexandre de Moraes será relator de pedido de liberdade de Lula

O ex secretário da segurança de São Paulo aliado ao PSDB, Alexandre de Moraes será o relator do pedido de liberdade de Lula

sexta-feira 29 de junho| Edição do dia

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi definido como relator do pedido que a defesa de Lula apresentou nesta quinta-feira (28) contra a decisão do ministro Edson Fachin, que enviou para o Plenário o pedido de liberdade. Moraes é integrante da Primeira Turma do STF, e, em abril, votou para negar o habeas corpus de Lula no plenário da Corte.

O ministro Gilmar Mendes, membro da Segunda Turma, foi definido como relator da ação que o PT e o PCdoB protocolaram nesta quinta no STF contra a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, por não ter pautado as ações que tratam da prisão em segunda instância.

Os partidos pedem uma liminar para impedir as ordens de prisão de réus que ainda têm o direito de recorrer a outras instâncias da Justiça. Eles buscam também anular as prisões determinadas até agora de condenados em segunda instância.

Alexandre de Moraes é conhecido por ter ligação com o PCC e ter defendido o deputado cassado Eduardo Cunha. Além de ter ligações com o PSDB e ter feito parte da Secretaria de Segurança de São Paulo em 2015 e 2016, quando reprimiu os estudantes secundaristas que ocuparam suas escolas contra a reorganização escolar de Alckmin.

O judiciário foi peça fundamental no golpe institucional e está ate o pescoço atrelado a empresas imperialistas com interesses no Brasil. (E Temer segue a risca o desejo deles entregando tudo, como agora com a privatização de parte da Eletrobrás.) Inclusive retirando o direito do povo decidir em quem votar como foi feito com a prisão do Lula. Escancarando seu caráter arbitrário ligados a interesses próprios.

Nós do MRT e do Esquerda Diário sempre fomos contra o golpe e a prisão arbitrária do Lula, mas também combatemos sempre a política de conciliação de classes do PT que historicamente traiu as lutas dos trabalhadores. Queremos construir uma força política dos trabalhadores com independência de classe pra superar pela esquerda a tragédia petista, dando uma saída dos trabalhadores para essa crise.




Tópicos relacionados

Prisão de Lula   /    "Partido Judiciário"   /    Poder Judiciário

Comentários

Comentar