Sociedade

AGRICULTURA

Agricultores descartam toneladas de tomate para elevar preço nos mercados

Milhares de toneladas de tomate foram jogadas às margens de rodovias por agricultores em Ribeirão Branco (SP) como forma de garantir o aumento do preço deste produto e desta forma os lucros dos produtores

sexta-feira 1º de fevereiro| Edição do dia

O preço das caixas de tomate baixaram de 64 reais para 21 reais, o que com certeza se reverte no bolso das famílias com um preço mais baixo deste item. Para os produtores isso não importa, com a queda dos seus lucros exigem do governo que intervenham para que acabem os seus “prejuízos” e elevem os preços para os trabalhadores.

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais, por meio de sua presidência representada por Edna Aparecida, deu uma declaração que aborda duas possibilidade para o descarte, uma natural como resultado da própria produção e outra ligada a necessidade de se desfazer do produto para que se elevem os preços. A presidente do sindicato chega a levantar a hipótese de doação do produto, mas coloca que muito provavelmente isso não se colocou como possibilidade para os produtores. A doação do produto envolveria custo de transporte para os produtores.

No ano passado a safra de tomate bateu recordes de produção, em média são produzidas 80 toneladas por hectare mas no fim da safra de 2018 os números atingiram 94 toneladas por hectare devido a condições climáticas favoráveis a produção. O tomate, e seus derivados, é um item indispensável na cesta básica das famílias brasileiras que devido ao descarte de toneladas desse produto pelos agricultores terão que tirar do seu bolso, com o aumento do valor, o lucro dos produtores.




Tópicos relacionados

Agricultura   /    Sociedade

Comentários

Comentar