Sociedade

SAÚDE PÚBLICA

Agentes de saúde do RJ ameaçam greve pois Crivella não paga os salários e falta insumos e remédios

sexta-feira 20 de outubro| Edição do dia

Durante a assembléia do Sindicato dos médicos (19), os médicos da rede municipal do Rio de janeiro, contratados via OS, tomaram a decisão de iniciar uma greve no próximo dia 26, quinta-feira que vem.

A atual gestão de Marcelo Crivella e o falido Estado do RJ não pagam os funcionários em dia, além de deixar faltar insumos, remédios e fechar Clínicas da família em bairros precarizados pela Prefeitura. Médicos da rede municipal do Rio de janeiro, contratados via OS, dentistas, enfermeiros e outras categorias estão sem salário, com a possibilidade de receberem somente em março de 2018.

VEJA TAMBÉM Crivella não paga salários e profissionais da saúde paralisam com ato massivo

Nesta quinta-feira (18), os funcionários da saúde foram às ruas se manifestarem em repúdio ao atraso do pagamento de salário referente ao mês de setembro. Houve uma paralisação e um ato em frente o prédio da Prefeitura.

O atraso no pagamento dos funcionários é só uma parcela dos ataques que o governo Crivella vem fazendo aos mais pobres.

Os ataques feitos à saúde pública estão sendo profundos, mas os trabalhadores do Rio de Janeiro estão se organizando e respondendo nas ruas. O protesto e a paralisação do dia 18 não foram a primeira resposta e nem será a última, enquanto houver ataques a classe trabalhadora, ela responderá a altura.

Em sua campanha, Crivella dissera que iria cuidar das pessoas, mas em sua gestão ele só governa para os ricos e poderosos e esquecendo quem realmente faz o mundo girar, os trabalhadores. Por isso, façamos como o funcionalismo público e os trabalhadores do Rio Grande do Sul estão fazendo, protagonizando uma forte greve estadual se negando a pagar os custos desta crise que não é de responsabilidade dos trabalhadores.

foto: manifestação dos médicos do RJ na quinta-feira, 19/10




Tópicos relacionados

Marcelo Crivella   /    Rio de Janeiro   /    Sociedade   /    Saúde

Comentários

Comentar