Política

PSDB

Aécio Neves triplicou patrimônio em 2 anos

Documentos da Receita Federal presentes em ação no STF apontam que patrimônio de Aécio Neves (PSDB) triplicou, de R$ 2,5 milhões em 2015 para R$ 8 milhões em 2016.

quarta-feira 14 de março| Edição do dia

O senador comprou cotas da Rádio Arco-Íris em 2012 de sua mãe por R$ 700 mil, e revendeu em 2016 para sua irmã por R$ 6,6 milhões.

A quebra de sigilo fiscal de Aécio foi determinada no fim de 2017 pelo Superior Tribunal Federal (STF), por meio de ação cautelar ligada a inquérito que investiga possível recebimento do tucano de R$ 2 milhões de Joesley Batista, da JBS.

Não há acesso público à maior parte dos documentos, contudo, este tipo de enriquecimento suspeito permite compreender políticos como Aécio atuando como verdadeiros funcionários dos grandes capitalistas, e votando políticas segundo os interesses desses grandes empresários para obterem recebimentos indevidos, já que recebem nestas negociatas valor muito superior ao dos próprios salários. Esta é mais uma forma de fazer com que o Estado funcione como balcão de negócios da burguesia. Para acabar com essa farsa seria necessário fim imediato dos privilégios dos políticos, que estes ganhem como um professor comum, bem como fim dos privilégios do judiciário, e que os corruptos sejam julgados por júri popular, pois não é possível confiar em um judiciário que se mobiliza para arrancar estrondosas cifras da população através do auxílio moradia, já possuindo grandes mansões.




Comentários

Comentar