Educação

Greve Professores Municipais SP

Acompanhe no Esquerda Diário: Greve dos professores municipais de SP contra a reforma da previdência do Dória

Acompanhe a cobertura das últimas notícias e análises do Esquerda Diário sobre este importante conflito e envie relatos, fotos e videos para o Esquerda Diário

quarta-feira 14 de março| Edição do dia

Os professores do município de São Paulo estão em uma intensa greve contra a versão paulistana da Reforma da Previdência (Sampaprev) que Dória quer aprovar para atacar os trabalhadores e servir como exemplo a todo país de como atacar os direitos dos trabalhadores brasileiros, e se alçar como um candidato a governador capaz de salvaguardar os interesses da classe dominante contra o povo. Os professores, por outro lado, vem dando exemplo de luta contra estes ataques.

Saiba mais sobre a greve dos professores contra o SAMPAPREV:

Dória desafia professores da cidade em greve e reafirma plano de atacar a aposentadoria

Em discurso durante coletiva de imprensa o prefeito da capital paulista afirmou “Vamos votar a Previdência municipal e aprová-la na Câmara, não tem recuo”, ousando se enfrentar contra a forte greve na categoria de professores da cidade. É preciso cercar essa luta de solidariedade.

Estudantes da letras apoiam a greve dos professores municipais de SP

Estudantes do curso de letras da USP tiram fotos em apoio a greve de professores municipais de São Paulo

"Qual o papel dos sindicatos?" participe do debate de greve entre professores municipais de SP

Em um momento em que os professores municipais, juntamente com os demais servidores municipais da cidade de São Paulo, se colocam em greve para fazer frente ao absurdo ataque a suas aposentadoria que a administração do prefeito Dória busca impor, com seu projeto de reforma da previdência, o SAMPAPREV, o papel que cumprem os sindicatos pode ser determinante para frear a luta ou leva-la à vitória.

6 motivos para apoiar a greve dos professores municipais em SP

Milhares de professores da rede municipal de São Paulo entraram em greve no mesmo dia em que milhões de mulheres paralisaram seus trabalhos e saíram às ruas em diversos cantos do mundo no dia 8 de março. Os professores demonstram que estão dispostos a derrubar os projetos de Doria de destruir ainda mais a educação pública. Mas o que está em jogo com essa greve? Qual é a sua verdadeira importância? Por que devemos apoiá-la? Vejam ao menos 6 motivos.

Quase 100% das escolas em greve contra reforma da previdência de Doria. É possível vencer!

Folha de S.Paulo já teve que reconhecer. A força da greve dos professores e trabalhadores da educação do município já está rompendo o cerco da mídia. É hora de Doria recuar!

Escandalosa repressão aos professores em greve contra a reforma da previdência de Doria

Vereadores chamaram a Guarda Civil Municipal para reprimir os professores e trabalhadores da educação nas galerias da Câmara Municipal em São Paulo. Mas o recado dos professores está claro: "Não tem arrego!".

Engenheiros de São Paulo aprovam greve contra o Sampaprev de Dória

Os engenheiros da prefeitura Municipal de São Paulo aprovaram greve nesta terça-feira (13) em protesto ao Sampaprev de Dória, que modifica o regime previdenciário dos servidores, elevando em até 19% suas contribuições.

Estudantes da PUC/SP apoiam greve dos professores municipais de São Paulo

Na PUC estudantes tiraram fotos com cartazes em apoio a greve.

15/3: Todos com os professores pra barrar o SampaPrev de Doria

Queremos aqui fazer um chamado a todos os sindicatos de esquerda, especialmente as centrais da CSP-Conlutas e a Intersindical, coloquem toda sua força para ajudar a greve dos professores municipais de SP a vencer. Esta concentração de forças deve se concretizar num forte pólo anti-burocrático, que expresse a luta das bases dos professores, e seja capaz de exigir das centrais sindicais majoritárias (CUT e CTB em primeiro lugar) um plano de luta que comece pela solidariedade ativa na base de todos os seus sindicatos.

Urgente: Professores municipais de sp em greve ameaçam entrar na Câmara para barrar o Sampaprev

Centenas de professores ameaçam entrar na câmara pra impedir a votação do sampaprev, o choque já está lá dentro e a GCM tenta acalmar os professores que não se intimidam e aos cantos de não tem arrego ameaçam entrar a qualquer momento

Doria lança campanha eleitoral enquanto sua polícia espanca professores de SP

Em plena campanha eleitoral para governador do Estado de SP (quando havia prometido a sua base eleitoral permanecer no cargo de prefeito), João Dória aproveita para enviar sua mensagem política: espancando professores municipais de SP que lutam contra a reforma da previdência municipal (SAMPAPREV).

"Não tem arrego", gritam professores municipais que resistem à repressão de Doria

Os professores resistem em frente à Câmara, cantando "Não tem arrego!" contra a repressão policial.

CCJ da Câmara aprova com bombas a reforma da previdência de Doria

Em meio à repressão aos professores, é aprovada no CCJ da Câmara a reforma da previdência da cidade de São Paulo de Doria. Segue-se votação para primeiro instância.

Envie seus relatos, videos, fotos para o Esquerda Diário e para o Movimento Nossa Classe Educação em mensagem por in box.




Tópicos relacionados

Greve Professores Municipais SP   /    Sampaprev   /    João Doria   /    Reforma da Previdência   /    PSDB   /    Educação   /    Professores   /    São Paulo (capital)   /    Política   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar