GOVERNO BOLSONARO

Absurdo: Para vice de Bolsonaro, Mourão, Brasil é exemplo de proteção ambiental para o mundo

Em palestra para militares da reserva no Clube Militar, no Rio de Janeiro, Mourão além de elogiar o discurso de Bolsonaro na ONU, também tratou de dizer que país é exemplo de proteção ambiental.

quarta-feira 25 de setembro| Edição do dia

Presidente em exercício, Mourão, discursou para militares no Clube Militar do Rio e não fez nenhuma questão de demonstrar todo seu cinismo característico sobre diversas questões. Mourão disse que “Nossa matriz energética é mais de 80% de energia limpa e renovável. A base é energia hidrelétrica, eólica e solar. Usamos muito pouco petróleo e carvão. O resto do mundo só tem 25% de energia renovável. Não podem nos acusar de sermos os poluidores e os responsáveis pela redução de vida na Terra”.

Também tratou de elogiar seu superior e seu discurso na ONU, dizendo "Foi incisivo, firme, direto e soberano. Ele disse bem: a Amazônia não é patrimônio da humanidade, é patrimônio nosso".

Quão falacioso pode ser esse discurso de “soberania nacional” vindo dos mesmos setores que a diversos momentos tratam de apressadamente tentar passar goela abaixo da população a mais nefasta política para Amazônia?

Demagogicamente a cúpula reacionária, Bolsonaro,Mourão e seus asseclas, atuaram por diversas vezes com discurso e prática diametralmente opostas. Semanas atrás, quando a crise que se instaurou na região amazônica a partir das queimadas criminosas, e tomou proporções internacionais, Bolsonaro correu para lançar mão de discursos e impropérios contra quem os acusasse de ser parte do problema, com discurso bastante similar a de Mourão.

Mas o que viamos na prática e em toda sua trajetória, ainda como candidato era um discurso completamente predatório e entreguista. Predatório por ser totalmente vassalo do agronegócio, talvez o principal setor de sustentação ao seu governo, que tem práticas anacronicas com o bem-estar no campo e na floresta. Setor responsável por grande parte da devastação ambiental em que viemos vivendo nos dias atuais no Brasil, muito em função do capital financeiro internacional e dos imperialismos. Ele é entreguista por esse aspecto, de ser favorável a práticas excludentes com a vida das populações originárias, e com uma política econômica submissa aos EUA.

Bolsonaro e Mourão falam para sua base, em discurso deslocado da realidade mas que é para atingir o seu espectro eleitoral e base dura que ainda se mantém, mesmo que ainda retrocedendo em certos pontos.




Tópicos relacionados

Crime Ambiental    /    Governo Bolsonaro   /    Hamilton Mourão

Comentários

Comentar