Educação

GOVERNO BOLSONARO

Absurdo: MEC quer que filmem alunos cantando Hino e que leiam carta com slogan de Bolsonaro

O MEC mandou um email para todas as Escolas do País querendo que os alunos fossem perfilados cantando o hino nacional e no fim fosse lida uma carta do Ministro da Educação Ricardo Vélez Rodríguez, onde no fim é gritado o slogan do governo Bolsonaro: "Brasil acima de tudo. Deus acima de todos". Uma solicitando absurda e escandalosa feita para as escolas.

segunda-feira 25 de fevereiro| Edição do dia

Nesta segunda-feira (25), o Ministério da Educação (MEC) mandou um email para todas escolas do País solicitando que os alunos fossem perfilados para cantar o hino nacional e que fosse filmado um vídeo do momento e enviado para o governo. No email ainda era exigido que fosse lida uma carta escrita pelo ministro da Educação Ricardo Vélez Rodríguez, onde termina com o slogan do governo reacionário do Bolsonaro: Brasil acima de tudo. Deus acima de todos”.

“Prezados Diretores, pedimos que, no primeiro dia da volta às aulas, seja lida a carta que segue em anexo nesta mensagem, de autoria do Ministro da Educação, Professor Ricardo Vélez Rodríguez, para professores, alunos e demais funcionários da escola, com todos perfilados diante da bandeira do Brasil (se houver) e que seja executado o hino nacional”, diz o texto.

Os educadores ficaram em choque com a solicitação bizarra do MEC em querer que seja feito um vídeo expondo crianças onde é lido uma carta com o slogan desse governo reacionário, racista e misógino que é o governo Bolsonaro. Muitos acreditaram que o email sería um vírus, ou um fake, mas no email seguia uma carta anexada com a assinatura do Ministro.

É completamente absurdo, uma solicitação dessa do governo Bolsonaro, o mesmo que defende a aprovação da reacionária Lei Escola Sem Partido onde o intuito é a perseguição de professores dentro das escolas, e que também quer proibir e atacar a discussão de gênero nas escolas, onde inclusive já foi montada uma comissão para censurar questões de gênero que for cair no Enem. Além disso, é um modo de mostra o aceno que o governo bolsonarista tem ao militarismo da Ditadura Militar querendo que crianças sejam filmadas perfiladas ao cantar o Hino Nacional, uma clara referência militar que desejam propagar, nesse mesmo governo que tem a maior proporção de militares constituindo-o desde o fim da Ditadura.




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Escolas   /    MEC   /    Escola sem partido   /    Educação

Comentários

Comentar