Sociedade

CEDAE

Abastecimento no RJ é cortado por 10 horas e moradores da Baixada acordam sem água

sexta-feira 22 de janeiro| Edição do dia

Foto: Reprodução

Os moradores da cidade do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense acordaram nesta manhã (22) sem água em diversos bairros. A Cedae, empresa responsável pela distribuição e tratamento de água no Rio informou que cortou o abastecimento do Sistema Guandu por cerca de 10h como medida preventiva contra alterações de gosto e cor na água.

Não é a primeira vez que os cariocas tem de lidar com a condição deplorável da água provida para a população. Em 2020 imagens chocantes eram divulgadas por moradores de comunidades da Baixada Fluminense, mostrando a água de coloração turva que chegava em suas casas. Foi a chamada “Crise da Giosmina”, que completa cerca de um ano agora em Janeiro de 2021.

"Ontem, a água estava com o cheiro muito forte e o gosto também, o gosto de terra. Mas hoje já está clarinha (transparente), só está amargando. É o mesmo problema do ano passado, com gosto de terra, cheiro forte". A declaração é de Marta Batista, moradora de Jacarepaguá, para o portal G1.

O Sistema foi desligado por volta de 20h desta quinta-feira (21) e retornou a operar apenas às 6h15 desta sexta-feira (22). Por isso, diversos moradores da capital afirmaram acordar sem água.

A Cedae ainda afirmou que o abastecimento só deve normalizar num período de 48h, deixando ainda incerteza para trabalhadores e a população mais pobre pelos próximos dois dias.




Tópicos relacionados

CEDAE   /    Rio de Janeiro   /    Sociedade   /    Falta d’água   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar