Política

JULGAMENTO LULA

[AO VIVO] Julgamento de Lula, para relator não importa se Triplex era da OAS

Já estão ocorrendo atos na capital gaúcha, apesar da tensa militarização, e em diversas cidades do País, contra e favoráveis ao julgamento. Acompanhe a cobertura, as opiniões e debates sobre esse julgamento aqui no Esquerda Diário. Assista ao vivo.

quarta-feira 24 de janeiro| Edição do dia

Matéria atualizada às 17h42

(Foto: Leonardo Benassatto / Reuters)

Às 8h30 desta quarta-feira, 24, o Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), deu início a sessão que irá julgar o recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra sua condenação, promovida arbitrariamente pelo juiz Sérgio Moro, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no processo envolvendo o tríplex do Guarujá. Neste momento o julgamento está interrompido antes do voto dos outros dois desembargadores.

O desembargador-relator reconheceu que não haveria provas que o triplex seria de Lula mas mesmo assim, condenou-o e aumentou a pena que Moro havia dado. Antes disso, Gebran Neto havia feito louvores a Sérgio Moro e afirmado, apesar das provas, que o juiz de Curitiba seria imparcial -> http://www.esquerdadiario.com.br/Juiz-Moro-e-insuspeito-para-julgar-Vazamentos-provam-o-contrario].

Em seguida, o juiz colega de Moro, Leandro Paulsen, faz comentário no mínimo irônico, pregando uma imparcialidade irreal da Lava-Jato. Assim, acompanhou o voto do relator, alcançando os votos necessários para a condenação de Lula. A Frente Povo sem Medo logo realizou cortes de rodovia pelo país, em resposta a essa decisão arbitrária da Justiça.

Os olhos da mídia internacional estão no julgamento, e mostram apreensão com a falta de provas, como mostramos nesse artigo, já a mídia nacional está em polvorosa com a criação de novas jurisprudências, que invertem o ônus da prova para dar uma continuidade "preventiva" ao golpe institucional e assim conseguir aplicar ataques maiores do que o PT pode fazer, como mostramos nesse outro artigo.

O caso está sendo analisado pela 8.ª turma do tribunal, formada por três desembargadores, eleitos por ninguém e que podem determinar em quem os brasileiros podem ou não votar, como pontuou Maíra Machado, colunista do Esquerda Diário e ex-candidata a vereadora pelo PSOL em Santo André SP. Tamanho bonapartismo do Judiciário nestes tempos de crise, caberá a este tribunal de 3 juízes a possibilidade, sem qualquer base judicial e com uso de métodos arbitrários de investigação, decidir em quem o povo poderá votar nas eleições desse ano.

Veja também o editorial do Movimento Revolucionário de Trabalhadores, organização que impulsiona o Esquerda Diário -> Contra a condenação arbitrária de Lula, pelo direito do povo decidir em quem votar!

Manifestações já estão ocorrendo, com uma intensa militarização em Porto Alegre, como demonstrado nesta matéria e fotos abaixo.

Veja ao vivo o julgamento:

Veja também a cobertura ao vivo de Porto Alegre que o Esquerda Diário está fazendo:




Tópicos relacionados

Julgamento de Lula   /    Lula   /    Poder Judiciário   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar