Sociedade

PRIVATIZAÇÃO DA PETROBRAS

ABSURDO: Petrobras dará mais R$ 3,6 Bilhões para os EUA

Já são R$ 15 bilhões ao todo, na cotação desta quinta-feira, de rombo que os EUA impõe à Petrobras.

quinta-feira 27 de setembro| Edição do dia

Imagem: Notícias do Trecho

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (27) que fechou um acordo de US$ 853,2 milhões (estimado em R$ 3,6 bilhões pela estatal) para que se encerrem as investigações do Departamento de Justiça (DOJ) e da Securities and Exchange Commission (SEC), nos Estados Unidos, decorrentes das irregularidades investigadas pela Operação Lava Jato.

Segundo o Blog do Valdo Cruz, do Portal G1, acordo garante que a estatal não será mais processada pelos supostos esquemas de desvios de recursos na empresa em território americano.

Em janeiro, 10 bilhões já foram repassados aos EUA sob o pretexto de ressarcir perdas dos investidores estrangeiros. Temer, Serra, e todo o golpismo alteraram as leis do petróleo para entregar o pré-sal e outros recursos, indo além do que Dilma já permitia. Já são R$ 15 bilhões ao todo sob o pretexto de encerrar processos da Petrobras na justiça americana.

Faltando uma semana antes das eleições presidenciais, o governo golpista se prepara para fazer rodada extra de leilão de campos de pré-sal prevista para o inicio de novembro.

Muita foram as privatizações da estatal no governo Temer, e a sangria continua. Em julho ele aprovou a entrega de 100 bi do Pré-Sal com potencial estimado em 12 bilhões de barris.

Toda essa mísera verba arrecada com a entrega criminosamente de riquezas naturais estratégicas para o país servirá para o pagamento da dívida pública com os banqueiros agitas internacionais. A alta do preço do Barril (US$80) e pelo baixo custo de extração (aproximadamente US$7 por barril) serve como incentivo para a entrega ao imperialismo de nosso petróleo com o que ainda resta.

Precisamos de um plano de lutas pela estatização da Petrobras sob gestão dos trabalhadores e controle popular. Somente com uma Petrobras 100% estatal que garantiremos as demandas populares, reduzindo o preço, não só do diesel, mas da gasolina e do gás de cozinha, e garantir recursos para saúde e educação.




Tópicos relacionados

Petrobras   /    Privatização da Petrobras   /    Privatização   /    Sociedade   /    Crise da Petrobrás

Comentários

Comentar