Internacional

Aniversário

A vitória era possível: reflexões aos 83 anos do início da Guerra Civil Espanhola

Um novo aniversário do começo da Guerra Civil Espanhola é uma boa oportunidade para publicar no Esquerda Diário o meu prólogo para o livro "A vitória era possível. Escritos sobre a Revolução Espanhola [1930-1940]", de Leon Trotsky.

segunda-feira 23 de julho| Edição do dia

O livro, publicado pelo CEIP Leon Trotsky e pelo Museu Casa Leon Trotsky em 2014 por ocasião do 75º aniversário do fim da Guerra Civil, é uma recompilação exaustiva dos escritos do revolucionário russo sobre a grande revolução espanhola.

Leon Trotsky definiu a revolução espanhola como uma escola superior de estratégia revolucionária. E são exatamente as questões que dizem respeito a este ponto, que marcaram, durante a década de 1930, um antes e um depois na situação internacional, aqueles que passam por cada um dos escritos deste volume das Obras Selecionadas de Leon Trotsky a cargo de nossa companheiras e companheiros das Edições IPS da Argentina.

Como previsto por Trotsky, a derrota da revolução espanhola fortaleceu o caminho para o início da Segunda Guerra Mundial. No entanto, o processo revolucionário já havia sido fechado, quase dois anos antes, na mesma retaguarda republicana. Franco não enfrentou uma revolução para esmagar, essa tarefa foi promovida pela Frente Popular, a aliança contra-revolucionária promovida por socialistas e stalinistas, que colocou um laço no pescoço do heroico proletariado espanhol e entregou-o à burguesia, frente à impotência das direções anarquista e do POUM (Partido Operário de Unificação Marxista).

Para Trotsky, o drama espanhol era a ausência absoluta de um partido verdadeiramente revolucionário, cujo objetivo central fosse levar o proletariado à tomada do poder como a única maneira de derrotar a reação fascista. Ao programa da Frente Popular "para ganhar primeiro a guerra contra Franco e depois fazer reformas sociais", o partido devia contrapor um programa radical que começasse com a total expropriação dos latifundiários e a entrega das terras aos camponeses, bem como a expropriação da indústria, dos transportes, dos bancos e do comércio exterior, sob o controle dos trabalhadores, liquidando assim as bases da reação.

"Espanha, a vitória era possível" abrange as lições desta revolução e da guerra civil, desde o seu início em 1930 até 1940, a data do assassinato de Trotsky, bem como as emocionantes discussões dentro do marxismo mundial da época.

Por isso tem sido para mim um orgulho que nossos companheiros do CEIP León Trotsky e Edições IPS me tenham proposto então escrever este prólogo que agora compartilhamos com todos os nossos leitores e leitores do Esquerda Diário com a ambição de contribuir para o debate sobre as lições da grande Revolução Espanhola, nas quais podemos encontrar as leis gerais da teoria e táticas marxistas que devem ser apropriadas para preparar o futuro.

Leia o Prólogo em Espanhol

PDF - 809.7 KB



Tópicos relacionados

León Trotsky   /    Revolução Espanhola   /    Internacional

Comentários

Comentar