Política

GREVE NA UERN

A luta dos servidores da saúde e da UERN precisa vencer!

No Rio Grande do Norte, os servidores estaduais da saúde e da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte estão em greve há mais de 70 dias. Suas exigências são o pagamento imediato dos salários atrasados e do 13 e contra a aprovação do Pacote de Maldades do governador Robinson Faria (PSD)

sexta-feira 26 de janeiro| Edição do dia

No Rio Grande do Norte, os servidores estaduais da saúde e da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte estão em greve há mais de 70 dias. Suas exigências são o pagamento imediato dos salários atrasados e do 13 e contra a aprovação do Pacote de Maldades do governador Robinson Faria (PSD) que incluem o aumento da alíquota de contribuição previdenciária de 11 para 14% e a privatização da Potigás e outras empresas.

Estas medidas buscam fazer com que os trabalhadores, em especial servidores publicos, paguem as contas da crise instaurada, o que já fazem há 23 meses nos quais os salários são atrasados sistematicamente. Estas são a contrapartida com o governo golpista de Temer para que o estado entre no Plano de Recuperação Fiscal, ou seja, ataques combinados estadual e nacionalmente.

Frente a esta situação e a votação do Pacote de Maldades na próxima terça-feira na Assembléia Legislativa do RN, nos do Esquerda Diário demos início a uma campanha nacional de apoio à esta importantíssima luta que pode ser ponto de apoio para a construção de uma greve geral para barrar as reformas e pelo direito de decidir.

Confira abaixo quem já aderiu à campanha:




Tópicos relacionados

Greve   /    Universidade   /    Política

Comentários

Comentar