Educação

A Globo e sua cega defesa às reformas, relembre o que Miriam Leitão falou

A Globo mente descaradamente, querendo que as reformas sejam aprovadas de uma forma ou de outra, no dia seguinte a aprovação da reforma trabalhista chegou a afirmar: “Alguém com 65 anos , saudável e em plena atividade ainda deve ser chamado de idoso?” Relembre a desfaçatez que Mirian Leitão, escudeira fiel das reformas trata do assunto: “O ideal seria que professores não se aposentassem”

sexta-feira 21 de julho| Edição do dia

A Globo mente descaradamente, querendo que as reformas sejam aprovadas de uma forma ou de outra, no dia seguinte a aprovação da reforma trabalhista chegou a afirmar: “Alguém com 65 anos , saudável e em plena atividade ainda deve ser chamado de idoso?” relembre a desfaçatez que Mirian Leitão, escudeira fiel das reformas trata do assunto.

Ao comentar sobre a reforma do ensino médio, no dia 28 de Março, durante entrevista com o ministro da educação José Mendonça Filho, a elitista comentadora da Globo News, que também escreve no Jornal O Globo demonstrou não conhecer a lastimável realidade das salas de aula no Brasil, quando afirmou “O ideal seria que professores não se aposentassem”.

A realidade da educação enfrentada no Brasil, país em que 55 por cento dos professores recebem abaixo do já baixo piso salarial de R$ 2.135,64 de Reais, são salas super lotadas, falta de materiais adequados para o ensino e orçamento apertado por um teto de gastos que limitará os investimentos primários (saúde, educação, segurança, saneamento etc...) pelos próximos 20 anos, no caso da educação o arrocho pela PEC virá a partir do ano que vem.

Confira o vídeo da pérola reacionária da jornalista publicado no Facebook do Contraponto:

Miriam Leitão mantém sua visão acerca da defesa incondicional das reformas e costuma seguir religiosamente as posições do Jornal O Globo, quando em sua defesa da reforma da previdência mascarou a desigualdade de gênero.




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    Reforma do Ensino Médio   /    Educação

Comentários

Comentar