CHINA / AMÉRICA LATINA / ESTADOS UNIDOS

A China hoje e seu peso na América Latina [Parte 2]

É a China uma potência imperialista? Que contradições não nos permitem formular essa afirmação categoricamente?

Gilson Dantas

Brasília

sábado 8 de dezembro de 2018| Edição do dia

A China hoje e seu peso na América Latina [Parte 1]

Hoje publicamos [em áudio] a parte final da palestra-debate intitulada A China hoje e seu peso na América Latina.

Foi realizada dia 20-11-2018 como parte dos trabalhos da linha de pesquisa sobre Imperialismo organizada pelo NEPPOS/UnB.

Nesta parte final serão abordados elementos contraditórios da China em relação às potências imperialistas.

Que implicações tem o fato de a China não contar com um solido mercado interno e nem com uma alta renda per capita? Por que a China necessita lançar seus capitais mundo afora? Qual o papel da “rota da seda”, que abarca dezenas de países em torno da China? Por que a China entra pesadamente no continente africano? Qual a diferença entre os empréstimos chineses e os do FMI? Por que a China necessita do petróleo venezuelano e vem se aproximando muito do governo Maduro?

Por que razão os Estados Unidos precisam impedir a escalada econômica e geopolítica da China? Em que setores a China tem investido na América Latina? Qual o problema tecnológico da China? Qual o significado da enorme dívida bancária da China? Qual o significado de a China não ter contado com significativa acumulação do capital antes de se lançar nessa corrida contra o super-rival norte-americano?

Tais questões e várias outras que permitam contextualizar a China no mundo moderno serão tratadas nessa parte final da palestra, realizada na UnB pelo prof Gilson Dantas mês passado.




Tópicos relacionados

Guerra comercial EUA x China   /    América Latina   /    China   /    Estados Unidos

Comentários

Comentar