Sociedade

TRANSPORTE

661 ônibus do Rio são sucatas que rodam ilegalmente, graças à justiça que soltou o Barata

segunda-feira 28 de agosto| Edição do dia

Praticamente 1 em cada 10 ônibus que rodam na cidade do Rio de Janeiro deveriam estar aposentados. Segundo o regulamento, depois de oito anos os carros deveriam ser aposentados e trocados por novos. Porém a sede de lucro da máfia capitalista dos transportes prefere economizar e lucrar todos os dias em que entramos naquelas latas de sardinha.

Os carros sucateados que levam e trazem os trabalhadores em seu trajeto diário não são novidade. A cifra equivale a 9% dos 7.240 coletivos que circulam na cidade, excluindo os BRTs. A planilha da Secretaria Municipal dos Transportes de Crivella, a mesma que cortou o bilhete único e deu 71 milhões de isenções fiscais à patronal do ônibus, constatou também que 6 em cada 10 destes ônibus que circula de maneira irregular são da Zona Oeste.

Enquanto os ônibus estão fora da data de validade, o mesmo não ocorre com o reinado de Jacob Barata, liberto recentemente por Gilmar Mendes, notório por suas sentenças a favor de liberar corruptos, além de ser padrinho de casamento da filha do Barata.




Tópicos relacionados

Sociedade   /    Transporte   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar