Política

SALÁRIOS RIO DE JANEIRO

38 mil servidores seguem sem previsão de pagamento no Rio

quinta-feira 5 de outubro| Edição do dia

O governo do Rio de Janeiro, através da secretaria de Fazenda e Planejamento, anunciou que amanhã, (06), realizará o pagamento referente a agosto dos funcionários que ganham até R$ 3.322,72 líquido, no entanto pelo menos 38.607 servidores seguirão sem receber e sem previsão para isso. O valor acumulado da dívida será de R$ 271,2 milhões e segundo o governo o pagamento da dívida estará sujeito a arrecadação.

Segundo o governo também serão pagos os salários dos servidores ativos ligados à Secretaria de Cultura, incluindo os servidores da Funarj, Theatro Municipal e Fundação Museu da Imagem e do Som.

— Vamos ver (quando iremos pagar), diz Pezão com seu salário em dia, como se não tratasse do sustento de milhares de famílias. Tudo o que entra (no caixa) nós pagamos — disse o governador, ignorando as cifras bilionárias que não entram graças as isenções que o Estado oferece para agradar os capitalistas e sem dar previsão sobre quando estes servidores terão seus salários quitados.

Enquanto Temer, Maia e Pezão articularam juntos a aprovação do maior plano de ataques aos servidores do Rio com aumento da alíquota previdenciária, teto de gastos e a privatização da CEDAE, com a falácia de que isso seria necessário para quitar os salários, eles seguem atrasados. Hipocrisia para seguir destinando o dinheiro público para o bolso dos capitalistas enquanto os trabalhadores e jovens estudantes pagam pela crise.




Tópicos relacionados

Luiz Fernando Pezão   /    Crise no Rio de Janeiro   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar