Mundo Operário

GREVE DOS CORREIOS

300 trabalhadores dos Correios fazem ato pelo centro de Campinas

sexta-feira 29 de setembro| Edição do dia

Na manhã dessa terça, centenas de trabalhadores da região metropolitana de Campinas tomaram as ruas do centro da cidade para mostrar a greve nacional que veio se fortalecendo na última semana. O ato passou também em frente ao Tribunal Regional do Trabalho(TRT), em repúdio à votação do TST que julga a greve como abusiva. Além dos trabalhadores da região, estiveram presentes também grevistas e representantes de sindicatos dos Correios de outras regiões do país, assim como trabalhadores de outras categorias do Movimento Nossa Classe e estudantes da juventude Faísca que foram expressar sua solidariedade aos trabalhadores dos Correios.

Guilherme Campos e Temer, buscar precarizar ainda mais as condições de trabalho e privatizar essa grande empresa para entrega-la aos monopólios imperialistas como DHL, Fedex, UPS. Para isso, contam com a ajuda do TST, que acabou de declarar a greve como abusiva.

Os trabalhadores seguem em greve, e deverão nos próximos dias organizar um ato em Brasília. O Esquerda Diário expressa sua solidariedade à mobilização, e mantém o portal aberto para o recebimento de fotos, notas e denúncias para ajudar a divulgar essa luta que é do conjunto dos trabalhadores brasileiros. As centrais sindicais deveriam imediatamente construir uma grande campanha contra a privatização dos Correios, organizando um fundo de greve nacional para os lutadores.

Natália Mantovan, atendente dos Correios em Campinas e militante do Movimento Nossa Classe

Cássia Rodrigues, estudante de Ciências Sociais da Unicamp e militante da Faísca

Fotos do ato:


Boneco que os trabalhadores fizeram para representar Guilherme Campos Júnior, presidente da ECT, demonstrar sua aversão aos ataques impostos e "malhar o Judas"




Tópicos relacionados

Correios   /    Campinas   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar