2 mil tomam as ruas de Campinas e gritam: Marielle, presente!

quinta-feira 15 de março| Edição do dia

Na noite dessa quinta, mais de 2 mil pessoas tomam as ruas do centro de Campinas, em homenagem à Marielle Franco, vereadora do PSOL executada no Rio de Janeiro nessa quarta-feira. Além dela, o motorista Anderson Gomes também foi assassinado.

O ato segue nesse momento com grande presença de jovens, negros, mulheres e trabalhadores. Estão presentes ativistas e militantes de diversas organizações, representantes do movimento negro, de mulheres, de sindicatos, vereadores progressistas, além de integrantes do PSOL e de outras organizações políticas.

Flávia Telles, estudante da Unicamp e integrante do Quilombo Vermelho, disse que "hoje centenas de milhares no país tomam saíram em homenagem à Marielle, mulher negra brutalmente assassinada. Nossa raiva tem que seguir nas ruas". Danilo Magrão, professor da rede pública e militante do MRT, também presente no ato, falou que "Temer e Jungman tentam enganar o povo. É o MDB golpista que a décadas controla o Rio de Janeiro em acordo com as mílicias e a polícia. O governo é conivente com essa estrutura, também são responsáveis por esse crime bárbaro, e querem se aproveitar da morte de Marielle, para aprofundar a intervenção".

Crédito: Nicoli Barbosa




Tópicos relacionados

Marielle Franco   /    Intervenção Federal   /    Violência Policial   /    Campinas

Comentários

Comentar