Cultura

CULTURA CAMPINAS

2 anos de Maloca: Arte, Cultura e resistência!

Localizada no bairro do Vila União em Campinas-SP, a Maloca Arte e Cultura é um espaço de cultura popular que busca interagir com a comunidade ao redor, disponibilizando cursos, eventos e vivências coletivas. Seja das aulas de espanhol, até os cafés com carolina, a Maloca se torna cada vez mais convidativo ao público em geral, e neste ano, completa 2 anos de muita luta e resistência.

Sagui

jovem trabalhadora

domingo 29 de janeiro de 2017| Edição do dia

Em comemoração aos dois anos, e além disso, dar um novo rosto para a Maloca Arte e Cultura, no início de janeiro começaram a pintura dos muros, e logo após, se encheram de grafites, pixos, lambes e stencil. Tudo preparado, desenhado e trabalhado por cada integrante dessa construção importante que é o espaço público. Todos são bem-vindos, bem tratados e convidados a voltar.

Veja abaixo alguns depoimentos:

"A Maloca pra mim é a luta cotidiana. É a luta pelo espaço público, onde fazemos uma política cotidiana sem intermediários ou representantes. É a luta pela difusão do conhecimento crítico em meio à hegemonia da ideologia dominante. É uma lugar de luta da arte e da cultura de todas e todos, e não de apenas um grupo seleto. A Maloca pra mim é resistência!’ - Marcelo M.

“A Maloca é um espaço aberto, é interessante pensar nisso porque diz muito como as pessoas atuam no espaço, de maneira aberta, conversando sobre tudo. Fui à Maloca a convite de alguns amigos, frequentei alguns cafés com Carolina e, quando vi, estava fazendo o café pras rodas de conversa. A Maloca é um tipo de militância gostosa, ficar entre “os nossos”, isso não significa que não há divergência política, de vida ou ideias. A divergência é o preço da pluralidade, que só foi alcançada por ser um espaço aberto. Não estamos lá pela divergência, mas por interesses comuns, pela arte, cultura e, porque não dizer, sobre qualidade de vida. Essa é a lindeza de um espaço na periferia e é de extrema importância a sua permanência.” -Ana C.

“Pra mim, a Maloca é o que todo mundo diz que falta e ninguém faz: uma ação prática, de integração e partilha de cultura, saberes e convivência que vai além do triângulo BG, Shoppings, CC; é muito bom e acessível, o pessoal e receptivo e estão sempre propondo coisas novas e positivas, não só para o bairro, mas para todo o circuito popular da cidade e até da região. Acho muito bom essa reportagem pq precisa mesmo de um pouco mais de divulgação para população conhecer e participar mais.” - Theus

“Se eu tivesse que resumir a Maloca em uma palavra essa palavra seria LIBERDADE. Liberdade pra ouvir e falar, aprender e ensinar e principalmente a liberdade de poder ser quem eu realmente sou neste espaço maravilhoso. Eu tenho a Maloca como um cantinho meu e acredito que muitas outras pessoas sentem o mesmo a respeito dela.

Esse espaço maravilhoso que é a nossa Maloca, me fez perceber que é possível sim a prevalência do respeito e a exclusão do preconceito. Me fez perceber que mesmo que o último apareça ele DEVE e PRECISA ser discutido e a Maloca sempre é um espaço pra esse tipo de discussão.

Na maloca eu tive contato com minhas primeiras rodas de conversa, cineclubes, saraus e foi um lugar que proporcionou a entrada da capoeira na minha vida, uma das manifestações culturais mais lindas que eu ja conheci e que agora faz toda a diferença na minha vida. Eu cresci muito graças a Maloca. Cresci com ela. - Larissa M.

“Para mim, a Maloca Arte e Cultura é um Espaço onde pessoas de diferentes idades, características, idéias. ..., se reúnem e compartilham de cursos, projetos artísticos, culturais, sociais; gratuitos ministrados por professores voluntários; que promovem a Cidadania e Educação.

Moradores da Vila União e região, alunos, visitantes, voluntários, nós somos a Maloca e ela é para nosso benefício; por isso; vamos continuar cuidando, participando e divulgando para q ela possa ficar cada vez melhor e quem sabe até expandir esse projeto à outros locais de Campinas! Obrigada Maloca e Malokeiros rsrs!” - Ana M.

A construção de espaços como esses é cada vez mais importante, pois busca entender e aprofundar a história do povo que resistiu. Como mostra as imagens, a arte de rua, tão vandalizada pela sociedade, forma a voz daqueles que muitas vezes não tem espaço de fala e que juntos permanecem resistindo. Ao contrário de Doria, que apaga o pixo e grafites em São Paulo, a Maloca Arte e Cultura e vários outros movimentos em Campinas, valorizam a arte assim como ela é, e assim vai enchendo os muros de muita cor e expressão.

“Agradecemos a todas as pessoas que de alguma forma participaram e participam dessa construção coletiva. Alunos, educadores, participantes de nossos inúmeros mutirões, dos almoços coletivos e da recente pintura e grafitagem do espaço.

A Maloca Arte e Cultura resiste e continuará resistindo graças à todas vocês!” -(Postagem no Facebook da Maloca)




Tópicos relacionados

arte urbana   /    Maloca Arte e Cultura   /    Arte   /    Cultura

Comentários

Comentar