Cultura

ARTE

18 obras com nudez que se fossem censuradas mudariam a história da arte

Em meio a polêmica sobre a nudez na arte e os novos ataques moralistas da direita, relembramos 18 famosas obras de arte que não existiriam caso a nudez fosse proibida. Desde as pinturas rupestres o nu é parte fundamental da arte e da expressão humana.

sábado 30 de setembro| Edição do dia

Desde quinta-feira (28) começou uma nova polêmica sobre a arte nas redes sociais, com a divulgação de um vídeo onde uma criança toca os pés de um artista nu no Museu de Arte Moderna (MAM) de São Paulo. Em nota o museu explicou que "A sala estava devidamente sinalizada sobre o teor da apresentação, incluindo a nudez artística" e criticou as "manifestações de ódio e de intimidação à liberdade de expressão que rapidamente se espalharam pelas redes sociais".

20 dias após o cancelamento da exposição "QueerMuseu" no Santander Cultural em Porto Alegre fruto do ataque por parte da direita, inclusive de apologistas do estupro falando em "moral e bons costumes". Foram mais longe na sua ânsia repressiva, e depois de avançarem contra a diversidade sexual e o erotismo na arte, agora querem proibir a nudez. Do alto de seus perfis do facebook erguidos com bots e fazendas de likes, com auxílio de igrejas e políticos, agitam seus delírios chamando a cena de "pedofilia", mostrando que não só não gostam de museus, mas parecem não conhecer um dicionário, nem a história da arte ou da própria humanidade.

Apresentamos 18 obras que a direita não queriam que existissem e se fossem censuradas mudariam a história da arte:

1) Pintura rupestre em La Marche, na França:

Se dependesse de nossa direita algumas das primeiras expressões artísticas da humanidade não poderiam ter ocorrido.

2) Homem Vitruviano de Leonardo Da Vinci:

3) "O sonho da mulher do pescador" de Hokusai

A prova como a perversão não é exclusividade da arte ocidental.

4) "Perseu", de Antonio Canova:

Esta obra "pervertida", com o falo aparente, está exposta no Vaticano.

5) "Davi", de Michelângelo:

Outra obra depravada exposta em cidade italiana.

6) "Vênus de Urbino", de Ticiano:

7) "A Origem do Mundo", de Gustave Coubert:

O absurdo dos absurdos na arte degenerada francesa.

8) "A Liberdade Guiando o Povo", de Eugène Delacroix

A depravação da imagem é chocante, nela há excesso de elementos censuráveis: povo, seios, mulher, e liberdade.

9) "O Nascimento de Vênus", Sandro Boticelli

10) "Antropofagia", de Tarsila do Amaral

Uma mostra como a degeneração também tem suas raízes tropicais.

11) "O Beijo", de Auguste Rodin:

Uma cena censurável, uma imagem que nunca é exibida nas telenovelas.

12) "As Três Graças", de Rafael:

13) "As Meninas de Avignon", de Picasso:

14) "A Criação de Adão", de Michelângelo

Mais uma depravação exposta no Vaticano.

15) Batizado de Macunaíma de Tarsila do Amaral

A imagem e o próprio livro de Mário de Andrade, recheado de permanentes "brincadeiras" do herói deveria ser banido das escolas, ou queimado em fogueira se essa direita vencer.

16) Jardim dos prazerem terrenos, de Hieronymus Bosch

Verdadeiro carnaval de pecados pintado a mais de 500 anos atrás.

17) Mulher na autossuficiência, de Klimt

Mulher, prazer e autossuficiência, terror para a direita.

18) Leda e o cisne, de Peter Paul Rubens




Tópicos relacionados

Arte   /    Artes Visuais   /    Cultura

Comentários

Comentar