Mundo Operário

CAMPINAS BANCO DO BRASIL

18 agências do Banco do Brasil irão fechar na RMC

O Banco do Brasil anunciou um plano de reestruturação direcionado aos acionistas dos mercado financeiro. O objetivo é reduzir em 14% o total de agência e cortar 18 mil empregados a partir de uma plano de incentivo às aposentadorias.

terça-feira 29 de novembro| Edição do dia

Com o recorrente argumento relacionado a crise econômica, o Banco do Brasil decide cortar nos serviços mais utilizados pela população pobre e trabalhadora, as agências. Já o calote bilionário nas multinacionais Oi e a Sete Brasil, parecem ter se adequado muito bem aos seus balanços contábeis.

Das 402 agências encerrarão suas atividades, 18 delas estão localizadas em 11 cidades da região metropolitana de Campinas. 8 dessas agências que serão fechadas em Campinas, e as outras em Americana, Artur Nogueira, Cosmópolis, Indaiatuba, Jaguariúna, Monte Mor, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira e Sumaré.

Nas estatais, os cortes e enxugamentos que já vinham sendo implementados no governo Dilma, tem ganhado ainda mais velocidade no governo golpista de Temer. Esse processo faz parte de um projeto maior, que tem como meta privatizar, demitir e precarizar os serviços públicos. O anúncio da reestruturação no Banco do Brasil é um primeiro aceno de Temer e os golpistas para ataques ainda mais duros aos bancários e a população que necessita desse serviço.




Tópicos relacionados

Campinas   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar