Sociedade

OPERAÇÃO NA MARÉ

11 mil estudantes são impedidos de ir às aulas por operação policial na Maré

A operação policial que ocorre nessa segunda-feira, com intenso tiroteio apavorando os moradores do complexo da Maré, está impedindo que 11 mil jovens tenham suas aulas normalmente nas escolas locais.

segunda-feira 29 de maio| Edição do dia

Como noticiamos nessa manhã, a imensa operação policial que está causando intensos tiroteios na Maré ocorre menos de uma semana após uma manifestação com cerca de 4 mil pessoas contra a violência que toma o complexo como fruto da política de guerra às drogas.

O fechamento das escolas se tornou uma triste rotina nas favelas cariocas, e vimos esse ano o trágico assassinato de Maria Eduarda dentro de sua escola pelas mãos da polícia.

Hoje, são onze mil estudantes estão sem aulas por causa de uma operação policial no Complexo de Favelas da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, 17 escolas, quatro creches e dez espaços de desenvolvimento infantil não abriram. A ação nas comunidades Nova Holanda e Parque União conta com os carros blindados da polícia, conhecidos como "caveirões".




Tópicos relacionados

Rio de Janeiro   /    Sociedade   /    Violência Policial

Comentários

Comentar