Internacional

CHILE

1 e 2 de junho: Portuários de Quintero-Ventana pedem solidariedade com a população e organizam jornada solidária

Nos dias 1 e 2 de junho, os trabalhadores portuários de Quintero-Ventana realizarão um dia de solidariedade dirigido à população de Quintero-Puchuncavi. Essa atividade está no contexto em que as conseqüências econômicas da pandemia provocaram protestos pela fome.

quarta-feira 27 de maio| Edição do dia

O sindicato dos estivadores do porto de Ventana anunciou solidariedade com os moradores de Ventanas e Quintero diante da grave crise econômica e de saúde que gerou manifestações pela fome em várias comunas do país.

Nos dias 1 e 2 de junho, como os trabalhadores portuários de Quintero e Ventanas, queremos mostrar solidariedade com a atual situação do país e do mundo, é por isso que realizaremos uma cozinha comunitária e café da manhã em Ventanas e Quintero (local e horário a serem confirmados) para pessoas que estão passando por um mau momentos e contribuir com um grão de areia (usaremos máscaras e elementos de proteção contra o covid19 para os cuidados necessários). Se avisa com antecipação para se ter maior clareza das pessoas que participam.

A ATIVIDADE CONTINUA A SER INFORMADA ATRAVÉS DESTA MÍDIA.
Qualquer consulta ou contribuições: [email protected]

Segundo Juan Pablo Pizarro, dirigente do sindicato dos trabalhadores portuários de Ventana, em conversa com o La izquierda Diario, mencionou: “Estamos realizando essa atividade porque sabemos o que a população está passando, as demissões e a fome estão começando a ser sentidas. Os estivadores não podem continuar olhando”

Essa iniciativa é desenvolvida no marco que começam a se evidenciar os efeitos econômicos da pandemia e dos protestos contra a fome, como vimos na comuna de El Bosque e La Pintana, em Santiago.

Iniciativas como essas, de unidade entre trabalhadores e população, são um exemplo para enfrentar a precariedade que já começa a sentir o povo trabalhador.

Publicada originalmente no La Izquierda Diario Chile




Tópicos relacionados

Crise do Coronavírus   /    Coronavírus   /    Internacional

Comentários

Comentar